Sabendo tecer, não desperdices fio. Sabendo falar, não desperdices as palavras.(Laos)

Amigos que me seguem:

sábado, 30 de abril de 2011

Pedaços...

de minha ponte.Hoje é o último dia de abril e termino aqui a construção de minha ponte!!
Duas pessoas me enviaram postagens por e-mail me dedicando algo de presente.Aqui posto Márcia (As Arteiras) e Márcia(armadilhas do tempo.Obrigada pelo carinho.



Eliete


Estou mandando fotos de dois trabalhos que fiz.

A Camélia que vc já conhece e gostou,

e um trabalho que fiz e postei no ano passado em janeiro.

É a Ponta da praia com o forte ao fundo.

Acho que é um dos melhores trabalhos que já fiz.

Espero que goste.

Vc pediu para que escrevesse, não sou muito boa em escrever.

Desejo a vc muita paz em teu aniversário.

Às vezes, é difícil falar sobre uma pessoa que irradia

tanta luz e trás consigo um carisma muito grande.

Não há o que falar, seu sorriso diz tudo sobre vc.

Deus te ilumine e proteja sempre.

Beijos em teu coração!
Márcia(As Arteiras)



A seguir 2 textos enviados por Márcia Toito(Armadilhas do Tempo)


O ENCANTO NOSSO DE CADA DIA




Ainda bem que o tempo passa...

Já imaginou o desespero que tomaria conta de nós se tivéssemos que suportar uma segunda-feira eterna?

A beleza de cada dia só existe porque não é duradoura.

Tudo o que é belo não pode ser aprisionado, porque aprisionar a beleza é uma forma de desintegrar a sua essência.

Dizem que havia uma menina que se maravilhava todas as manhãs com a presença de um pássaro encantado.

Ele pousava em sua janela e a presenteava com um canto que não durava mais que cinco minutos. A beleza era tão intensa que o canto a alimentava pelo resto do dia.

Certa vez, ela resolveu armar uma armadilha para o pássaro encantado. Quando ele chegou, ela o capturou e o deixou preso na gaiola para que pudesse ouvir por mais tempo o seu canto.

O grande problema é que a gaiola o entristeceu, e triste, deixou de cantar.

Foi então que a menina descobriu que, o canto do pássaro só existia, porque ele era livre.

O encanto estava justamente no fato de não o possuir.

Livre, ele conseguia derramar na janela do quarto, a parcela de encanto que seria necessário, para que a menina pudesse suportar a vida. O encanto alivia a existência...

Aprisionado, ela o possuía, mas não recebia dele o que ela considerava ser a sua maior riqueza: o canto!

Fico pensando que nem sempre sabemos recolher só encanto... Por vezes, insistimos em capturar o encantador, e então o matamos de tristeza.

Amar talvez seja isso: Ficar ao lado, mas sem possuir. Viver também.

Precisamos descobrir, que há um encanto nosso de cada dia que só poderá ser descoberto, a medida em que nos empenharmos em não reter a vida.

Viver é exercício de desprendimento. É aventura de deixar que o tempo leve o que é dele, e que fique só o necessário para continuarmos as novas descobertas.

Há uma beleza escondida nas passagens...

Vida antiga que se desdobra em novidades. Coisas velhas que se revestem de frescor.

Basta que retiremos os obstáculos da passagem. Deixar a vida seguir.

Não há tristeza que mereça ser eterna. Nem felicidade.

Talvez seja por isso que o verbo dividir nos ajude tanto no momento em que precisamos entender o sentimento da tristeza e da alegria. Eles só são suportáveis à medida em que os dividimos...

E enquanto dividimos, eles passam, assim como tudo precisa passar.

Não se prenda ao acontecimento que agora parece ser definitivo. O tempo está passando... Uma redenção está sendo nutrida nessa hora...

Abra os olhos. Há encantos escondidos por toda parte.

Presta atenção. São miúdos, mas constantes.

Olhe para a janela de sua vida e perceba o pássaro encantado na sua história. Escute o que ele canta, mas não caia na tentação de querê-lo o tempo todo só pra você. Ele só é encantado porque você não o possui.

E nisto consiste a beleza desse instante: o tempo está passando, mas o encanto que você pode recolher será o suficiente para esperar até amanhã, quando o pássaro encantado, quando você menos imaginar, voltar a pousar na sua janela.
Pe Fábio de Melo




DESINTERESSADAMENTE


Permitir que o outro encontre o seu tempo dentro do nosso

de qualquer forma, em qualquer caminho e momento, é o carinho

mais sincero que pode sair desse nosso abraço:

Um sim que salva, uma estrada que cresce, um amor que floresce e aquece

assim, desinteressadamente.



Deixar que qualquer outro tempo descanse dentro do nosso

é um jeito bonito e delicado de dizer que a vida,

mesmo ligeira e rígida, ainda sabe driblar as nossas duras linhas

que amarram tanto os dias e não deixam cair da boca os nossos bons

e novos solrisos.



(Priscila Rôde)

sexta-feira, 29 de abril de 2011

quarta-feira, 27 de abril de 2011

EBA!! !Rifa aberta...

 Conseguimos terminar a venda da rifa da bolsa.

 Sabe,gente,foi tão difícil ver as pessoas negando apoio;ou "fazendo a caridade" de comprar 1º...Todas as pessoas às quais ofereci,teriam condições de ajudar.
  Por vezes até as via comprando coisas de mesmo valor(ou maior) e me diziam que não podiam.
  E acho que não podiam mesmo;não acham importante doar.Nunca foram à um abrigo,asilo ou talvez achem que cada um tem o que merece.Triste viver num mundo assim.
  Eu poderia ter comprado as lãs do meu dinheiro;mas quis brincar e fazer as pessoas refletirem e participarem.Engraçado é que constatei que as pessoas mais humildes é que pediam mais nº e as que mais podiam só um acompanhado de alguma frase do tipo:"de novo??"
  É...infelizmente o inverno vem de novo e de novo...e os idosos também!!!E nós também chegaremos lá.E quem irá nos cobrir com uma manta quentinha???
  Aprendi,realmente,o sentido daquela frase :"Cada um dá aquilo que tem"!
  O bom é que já encomendei as lãs (R$150,00) e logo logo posto aqui.
  Para as Tricoteiras Solidárias...meu apoio está feito!!!Missão cumprida.
  Agradeço à todas as amigas e amigos que me apoiaram.Bjs




Amanhã posto a foto da entrega!!!

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Meta alcançada!!!


Quero vir aqui ,hoje,para agradecer as 200 pessoas cheias de luz que um dia vieram aqui e resolveram dar ao nosso blog uma chance de crescer.
Quero que cada uma de vocês,se considere um fio de Luz.Com vocês estou tecendo a vida mais iluminada.
Se quiser estar sempre conosco,será um prazer;
Se quiser passar e seguir em frente,leve toda essa energia de Luz!!!
Estou quase construindo minha "ponte".(veja aqui).
PARA TODOS QUE SÃO PARTE DESSE BLOG,PEÇO QUE LEVE ESTE SELINHO COM VOCÊS E O POSTEM EM SEUS BLOGS.nÃO PRECISA RESPONDER NADA,NÃO TEM REGRA.eSTE SELO SERÁ NOSSA PONTE!!!
Logo que ela estiver pronta,você poderá andar sobre ela comigo.Você vem?????

sábado, 23 de abril de 2011

Rifa na fase final...


Santistas amigas...faltam agora 9 números para venda!!!
Quem quer ajudar????
Esta ação entre amigos,estou realizando para o grupo Tricoteiras Solidárias
e todo o dinheiro será revertido em novelos de lã.
Se você pode colaborar e mora em Santos ou região,entre em contato.Cada nº sai por R$3,00 .
Obrigada pelo apoio.



Receita eficaz para eliminar ...

Manchinhas da alma
(tente nesta Páscoa)


Ingredientes:

1 litro de ternura;

1 litro de óleo concentrado de paciência;

1 quilo de perdão em pó;

1 litro de essência de amizade;

1 litro de temperança;

2 litros de bom-humor;

3 litros de extrato de solidariedade humana;

1 litro de esperança;

2 litros de tolerância;

10 pitadas de sorrisos espontâneos;

2 litros de essência de Amor Universal;

1 folha de papel de carinho, do seu tamanho.

 
Modo de Fazer:


Misture o amor, o perdão e os sorrisos espontâneos, no caldeirão que se encontra no fundinho do seu coração.

Passe os outros ingredientes por uma peneira bem grossa e adicione-os aos do caldeirão.

Leve o caldeirão ao fogo alto da sua bondade, mexendo sempre, até alcançar o ponto de pasta cremosa.

Deixe a pasta esfriar, até ficar morninha.

Abra a folha de papel de carinho e besunte-a com a pasta

Deite-se sobre a folha de papel de carinho e enrole-se nela.

Suspire bastante, profundamente.

Relaxe.

Pense em momentos alegres naqueles que fizeram com que você risse sonoramente.

Pense naqueles outros que fizeram com que você se derretesse de ternura.

Sinta o gosto de mel de abelhas simpáticas.

Sinta o perfume das flores que você acha bem bonitas.

Sinta a temperatura de uma noite de verão estrelada.

Ouça a música alegre do rouxinol encantado.

Mantenha o seu coração pleno de emoções boas.

Aguarde mais ou menos meia-hora, até que a pasta cremosa e a folha de papel de carinho tenham sido completamente absorvidas.

 
Resultado:
Depois de mais ou menos meia hora você perceberá que todas aquelas manchinhas que o(a) aborreciam em relação ao próximo, ao bem-conviver no Planeta terão desaparecido.

Caso uma ou outra persista, repita a receita e elas cederão, desaparecendo por completo.

 
(Autor desconhecido)

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Descobri o que engorda!


É o shampoo......no rótulo está escrito -

"para dar corpo e volume".

 

Agora vou só usar detergente de louça - diz assim no ´rótulo -

 "elimina até as gorduras mais difíceis que você julgava
 impossível de remover"!!

terça-feira, 19 de abril de 2011

HOMENAGEM AOS INDIOS BRASILEIROS

PÁSCOA...


Agora "me fizeram aprender crochê" e eu fico pesquisando coisinhas fáceis para treinar.

                                  Achei este coelhinho(não lembro onde),que se faz em 1 minuto.











segunda-feira, 18 de abril de 2011

Helix - o olho de Deus?????



A NASA divulgou neste fim de semana imagens da nebulosa Helix


captadas com o telescópio espacial Hubble. As nebulosas sÃo nuvens

gigantescas de poeira e gases. A nebulosa Helix fica a 650 anos-luz da

Terra. É uma das mais próximas do planeta. E impressiona porque sua

forma, que se assemelha a um grande olho, parece lembrar que o tempo

todo Deus nos avalia e protege.

Conclusões religiosas à parte, a imagem é um deleite para crentes e

ateus.



"Pois os olhos do Senhor estão atentos sobre toda a terra
para fortalecer aqueles que lhe dedicam totalmente o coração"
(II Crôn. 16:9)
 
 


A algum tempo postei aqui a mão de Deus.Será que não enxergamos o que está logo ali????



domingo, 17 de abril de 2011

Domingo de Ramos


O Domingo de Ramos abre solenemente a Semana Santa, com a lembrança das Palmas e da paixão, da entrada de Jesus em Jerusalém e a liturgia da palavra que evoca a Paixão do Senhor no Evangelho de São Lucas.

Neste dia, se entrecruzam as duas tradições litúrgicas que deram origem a esta celebração: a alegre, grandiosa , festiva litrugia da Igreja mãe da cidade santa, que se converte em mímesis, imitação dos que Jesus fez em Jerusalém, e a austera memória - anamnese - da paixão que marcava a liturgia de Roma. Liturgia de Jerusalém e de Roma, juntas em nossa celebração. Com uma evocação que não pode deixar de ser atualizada.

Vamos com o pensamento a Jesuralém, subimos ao Monte das Oliveiras para recalar na capela de Betfagé, que nos lembra o gesto de Jesus, gesto profético, que entra como Rei pacífico, Messías aclamado primeiro e depois condenado, para cumprir em tudo as profecias.Por um momento as pessoas reviveram a esperança de ter já consigo, de forma aberta e sem subterfúgios aquele que vinha em nome do Senhor.
Ao menos assim o entenderam os mais simples, os discípulos e as pessoas que acompanharam ao Senhor Jesus, como um Rei. São Lucas não falava de oliveiras nem de palmas, mas de pessoas que iam acarpetando o caminho com suas roupas, como se recebe a um Rei, gente que gritava: "Bendito o que vem como Rei em nome do Senhor. Paz no céu e glória nas alturas".Palavras com uma estranha evocação das mesmas que anunciaram o nascimento do Senhor em Belém aos mais humildes. Jerusalém, desde o século IV, no esplendor de sua vida litúrgica celebrada neste momento com uma numerosa procissão.
E isto agradou tanto aos peregrinos que o oriente deixou marcada nesta procissão de ramos como umas das mais belas celebrações da Semana Santa.Com a litúrgia de Roma, ao contrário, entramos na Paixão e antecipamos a proclamação do mistério, com um grande contraste entre o caminho triunfante do Cristo do Domingo de Ramos e o "via crucis" dos dias santos.Entretanto, são as últimas palavras de Jesus no madeiro a nova semente que deve empurrar o remo evangelizador da Igreja no mundo."Pai, em tuas mão eu entrego o meu espírito". Este é o evangelho, esta a nova notícia, o conteúdo da nova evangelização. Desde um paradoxo este mundo que parece tão autônomo, necessita que lhe seja anunciado o mistério da debilidade de nosso Deus en que se demonstra o cume de seu amor.


Como o anunciaram os primeiros cristãos com estas narrações longas e detalhistas da paixão de Jesus. Era o anúncio do amor de um Deus que desce conosco até o abismo do que não tem sentido, do pecado e da morte, do absurdo grito de Jesus em seu abandono e em sua confiança extrema. Era um anúncio ao mundo pagão tanto mais realista quanto mais com ele se poderia medir a força de sua Ressurreição.
A liturgia das palmas antecipa neste domingo, chamado de páscoa florida, o triunfo da ressurreição, enquanto que a leitura da Paixão nos convida a entrar conscientemente na Semana Santa da Paixão gloriosa e amorosa de Cristo o Senhor.

Fonte:Portal Angels

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Quadradinho Irene - última parte

Hoje venho postar a última etapa deste trabalho;espero que de onde minha mãe esteja,ela tenha se alegrado ao vê-lo.Vou continuar com o projeto da manta.
Você que conseguiu fazer 1 quadradinho e quiser me enviar,mande-me um e-mail "Quadradinho Irene" (eliete.gouveia@hotmail.com) que passarei o modo de entregar-me.
Sei que Milene fez 2...quem sabe mais alguém consegue né???Caso queira postar o PAP em seu blog,fique à vontade,só peço que me passe o link para anexá-lo a esta matéria.Vamos lá???

























"Amamos as nossas mães quase sem o saber e só nos damos conta da profundidade das raízes desse amor no momento da derradeira separação".
Guy Maupassant